DicasModa

#moda: TIPOS DE CORPO

O tipo do corpo sempre foi relevante quando se fala se beleza. No passado era valorizado muito mais características corporais propícias à maternidade, o corpo mais arredondado e volumoso, pois considerava-se assim uma pessoa saudável. Isto era tão levado a sério que as próprias roupas tinhas estruturas para aumentar ainda mais a dimensão do corpo. Hoje, os corpos delineados por academia e exercícios são os da vez. Uma coisa é certa, independente do formato que você tenha, as roupas podem ajudar ou não.

O guarda-roupa da mulher deve antes de tudo ser algo que vá deixa-la ainda mais linda, e o formato do nosso corpo é muito influente no comportamento da roupa. Mesmo que a roupa seja linda ela pode não ser adequada a seu biotipo, sendo assim, esta, em vez de te valorizar irá desvalorizar. E para que a look dê certo, primeiramente é importante entender nossas formas, pois assim será mais fácil enfatizar pontos positivos e aprimorar os negativos, mantendo desta forma, um equilíbrio em todo o corpo.

Como descobri meu tipo de corpo?

Comece tirando suas medidas, do OMBRO, CINTURA e QUADRIL e as comparando entre si. Cada formato tem sua característica individual. Como:

  • Retângulo – As medias de ombro, cintura e quadril são similares;
  • Triângulo Invertido – A media do ombro se sobressai as medias da cintura e quadril;
  • Pera (ou triângulo) – A medida do quadril é mais acentuada das demais medidas – (ombro e cintura);
  • Ampulheta – As medidas do ombro e quadril são semelhantes e superior a medida da cintura;
  • Oval (ou maçã) – As medias são muito semelhantes do ombro e quadril, e a cintura se acentua;

Para ficar mais claro, vejamos a tabela abaixo:

TABELA DE MEDIDAS

Vamos começar a entender cada um especificamente:

RETÂNGULO

 

“Aqui a intenção é delinear seu corpo!”

Aposte: saias rodadas, cintura levemente baixa, vestidos-casaco, pantalonas, calças pregueadas ou boca-de-sino, mangas , decotes em V ou U, tecidos fluidos ou com textura, casacos e jaquetas. Evite: golas altas, roupas largas demais como calças baggy, estampas exageradas, blusas justas ou curtas, cós largos, cintura alta, peças muito acinturadas e cintos que contrastam com o resto do look.

 

 

 

TRIâNGULO INVERTIDO

“O indicado aqui é trazer volume para parte inferior do corpo – quadril e pernas”

Aposte: blusas com babados na barra, decotes em V, detalhes verticais como cachecóis e echarpes, mangas de punho amplo, anéis grandes, braceletes, vestidos e saias evasês e balonês, calças de cores fortes. Evite: camisas e casacos estampados, bolsas de alças curtas, golas e mangas elaboradas, ombreiras, calças e saias muito justas, cintura alta, blusas ombro a ombro, brincos grandes e colares curtos.

 

 

 

PÊRA

 

“Invista em volume na parte superior do corpo, e cortes que amplie os ombros.”

Aposte: blusas com babados na barra, decotes em V, detalhes verticais como cachecóis e echarpes, mangas de punho amplo, anéis grandes, braceletes, vestidos e saias evasês e balonês, calças de cores fortes. Evite: camisas e casacos estampados, bolsas de alças curtas, golas e mangas elaboradas, ombreiras, calças e saias muito justas, cintura alta, blusas ombro a ombro, brincos grandes e colares curtos.

 

 

 

AMPULHETA

 

“Por causa da proporção maior valorize a cintura e evite cortes retos.”

Aposte: tecidos maleáveis e de caimento leve, calças e saias retas, produções monocromáticas, vestidos cache-coeur, cintura alta ou marcada, faixas, cintos médios ou finos, poucos acessórios. Evite: peças estruturadas, abotoamento duplo, pregas, saias volumosas, roupas coladas no corpo ou muito largas, calças amplas ou afuniladas demais, blusas curtas e casacos sem a cintura marcada.

 

 

 

OVAL

 

“A intenção é não trazer volume ao corpo.”

Aposte: looks monocromáticos, tecidos encorpados, decotes em U ou V, saias e calças retas, lapelas estreitas, túnicas e camisas até a metade dos quadris, salto grosso, anéis e brincos poderosos. Evite: tecidos volumosos ou colantes, calças e blusas muito largas, cintos, salto fino, bolsas grandes, saias rodadas, cores vibrantes, bolsos e botões exagerados, lenços amarrados no pescoço.

 

 

 

E agora você deve está se perguntando: “Qual o tipo certo de corpo!?” Bom, como deu pra perceber logo no início do post, a beleza muda com o passar dos anos, entretanto, isto é apenas imposto pela sociedade. Não devemos nos preocupar com o ser ou não ser de acordo com o que o mundo acha bonito. O que devemos buscar é a nossa aceitação e satisfação, porque a partir do momento que você se ama mesmo que venham comentários torpes você não será atingida. E bem estar e saúde, o que adianta ser linda e na moda e não cuidar de si mesmo? E lembre-se, Deus te fez de forma perfeita e única, sua aparência é inestimável para o Senhor, e a única opinião que realmente importa é que que Ele tem sobre nós.

“Tu és toda formosa, meu amor, e em ti não há mancha.” (Cânticos 4:7)

Dove_dg122-2004_tcm95-103582 (1)
Sou apaixonada por Publicidade, e uma das campanhas que mais gosto é da Dove: “Beleza Real” que foi elaborada em 2013. (Foto/Reprodução: Google)

 

(Foto/Reprodução: Google | Imagens: Criação de kássia xavier)

Por hoje é só meninas, espero que tenham gostado e não deixem de comentar o que acharam.

1beijodaká :*

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *